Raspberry PI cuca fresca

raspberrypiRaspberry PI é um computador do tamanho de um cartão de crédito desenvolvido no Reino Unido pela Fundação Raspberry Pi. Todo o hardware é integrado em uma única placa. O objetivo principal é de estimular o ensino de ciência da computação básica em escolas.
A Fundação Raspberry Pi começou a aceitar pedidos do modelo de US$35 a partir de 29 de fevereiro de 2012.
O computador é baseado em um system on a chip (SoC) Broadcom BCM2835, que inclui um processador ARM1176JZF-S de 700 MHz, GPU VideoCore IV, e 256 ou 512 MB de memória RAM em sua última revisão. O projeto não inclui uma memória não-volátil – como um disco rígido – mas possui uma entrada de cartão SD para armazenamento de dados.

Apesar do processador de 700MHz ser mais que suficiente para a maioria das atividades, algumas rotinas podem exigir um pouco mais da sua Raspberry PI, como por exemplo tornar a plaquinha de US$35 em um completo MediaCenter para sua sala, para isso basta utilizar o Raspbmc que é versão do XBMC para rodar no Raspberry PI, para essa empreitada pode ser interessante fazer um overclocking na plaquinha, podendo aumentar sua performance em mais de 40%, segue abaixo os passos para melhorar a performance de sua Raspberry PI e os cuidados que você deve ter.

Não preciso dizer que os passos daqui para baixo, como em qualquer overclocking correm por conta e risco de quem está executando, certo?

Primeiro vamos garantir que nosso sistema operacional está atualizado, para isso abra um terminal ou logue via SSH e execute os seguintes comandos:

Próximo passo é rodar o aplicativo de configuração da Raspberry PI:

Irá aparecer o aplicativo responsável pelas configurações da placa, navegue com as setas do teclado até a opção “overclock”:
Overclocking

Feito isso vai aparecer um menu com as opções de overclock, podendo fazer sua Raspberry PI rodar com 1GHz, ou seja mais de 40% da performance normal.

Opções de Overclock

Ao selecionar a velocidade de sua placa, a seguinte tela irá aparecer confirmando sua seleção.

Confirmação

Feito isso será necessário reiniciar sua placa para carregar as novas configurações de overclock, para isso basta digitar:

Trabalhando com o clock mais alto, sua placa vai esquentar, os principais componentes que mais aquecem em sua Raspberry PI é o regulador de tensão que fica em baixo do lado esquerdo, SoC ao centro da placa e ao lado direito um chipset responsável pelas portas USB e Rede, o SoC é de longe o componente mais importante da placa, ele é um CI composto por um processador ARM11 de 700MHz, uma GPU VideoCore IV que é potente o suficiente para rodar um vídeo em FullHD através da porta HDMI, um DSP que por enquanto ainda não pode ser utilizado e por fim 256 ou 512MB de RAM de acordo com seu modelo da placa, veja abaixo como fica uma foto térmica da Raspberry PI tirada com com uma câmera térmica Fluke Ti35, repare que as áreas mais avermelhadas são as mais quantes, quanto mais azul, mais frio, quanto mais vermelho mais quente.
Raspberry PI Quente!!!!
No meu caso vou fazer um overclock médio e colocar a placa para trabalhar em 900MHz, então esses três componentes irão aquecer pouco mais que o normal, na foto acima o componente mais quente é o chipset de rede e USB feito pela SMSC Microchip, seguido pelo regulador de tensão e por ultimo e por incrível que pareça o SoC, porém como vou trabalhar “overclockado” com alto nível de processamentos e terei pouco tráfego de rede e nenhum uso de USB, o componente mais quente ficará o SoC eo chipset que mesmo com pouco usso apresentou um pouco de aquecimento, o regulador de tensão se manteve numa temperatura que não merece preocupação.

Todos os três componentes tem controle de temperatura, ou seja, eles não irão queimar por excesso de calor, pois quando atingirem o limite de cada um, vão entrar no modo de proteção, porém isso não é desejável, já pensou sua placa reiniciar por excesso de temperatura no meio de um processamento importante? para evitar isso há várias recursos que podem ser utilizados, o mais simples deles é a adição de dissipadores de alumínio, que é o que eu irei fazer.